2018 por BOCA Jornalismo.

14/02/2018

Para um texto sobre a relação entre o pedantismo acadêmico e a pretensa santidade da ‘Realidade’, não poderia haver um tema mais contraditório do que o cinema escandinavo, mas, pasmem, é bem aí que eu vou começar. Já neste ano, houve dois momentos de um filme e de uma série de tevê escandinavos que servem de gancho perfeito para aquilo sobre que venho pensando há uns dois anos: como um acadêmico em construção, será que eu sei...

17/01/2018

 "Reprodução Proibida" de René Magritte. Foto: Divulgação.

Existe uma máxima atribuída à Rosa Luxemburgo que acho uma síntese muito bonita a respeito de sistemas mais igualitários e justos para a sociedade. Nessa máxima, a filósofa e economista marxista reforça que, no horizonte da sociedade socialista, o ideal de mundo é um espaço no qual todos seríamos “socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres”. A relaçã...

19/12/2017

“O capitalismo é o senhor do tempo.

Mas tempo não é dinheiro.

Isso é uma brutalidade,

o tempo é o tecido das nossas vidas”[1].

Pensei este texto enquanto aguardava resolver burocracias em um banco. Queria cancelar cheque-especial. Relutei à ação mecânica de pegar meu celular e ficar passando o dedo pela timeline do Facebook. Quando vi que o atendimento demoraria mais uns minutos, cedi e peguei o celular. Mais uma vez meus dados mó...

30/10/2017

Opinião e informação não são a mesma coisa. Em um mundo povoado por “achismos”, fake news e redes sociais digitais que explodem diariamente, o tempo inteiro, sem cessar, pode até parecer que informação e opinião sejam equivalentes, ou que basta o super-trunfo “é minha opinião” para que uma sentença seja respeitada.

Pois então, não é.

Não deveria ser, no caso.

Há uma confusão generalizada sobre opinião e informação, opinião e conh...

02/09/2017

Existem assuntos que, por mais que sejam muito delicados e disparem uma centena de gatilhos emocionais fortes, ainda precisam ser abordados com mais frequência. Claro, com frequência e com muita seriedade. Não sei em que momento da sociedade não teremos que falar sobre estupro, por exemplo. Podemos remeter à história e a formação das sociedades contemporâneas utilizando o argumento de que tudo foi forjado a custa de sexo e san...

24/07/2017

Quero escrever algumas coisas simples sobre estudar e trabalhar.

Não sei exatamente como podem ser categorias binárias (muitas pessoas estudam e esse é seu trabalho, muitas pessoas trabalham e, assim, estudam sobre sua profissão, enfim), mas, vou me deter às categorias de forma binária mesmo: trabalhar e estudar.

Recentemente dois dados gerais me chamaram a atenção: a quantidade de jovens nem-nem no Brasil (mais de 20% dos joven...

25/06/2017

Sou uma feminista (relativamente) jovem. Não faz muito tempo que comecei a me dar por conta que os espaços que eu vivia eram repletos de homens. Que as opiniões que eu escutava com atenção e validava, eram as masculinas (vindas de homens, no caso). Assim como as opiniões, as profissões, as escolhas, as opções, as ponderações, os argumentos e tudo mais – o mundo que eu vivia (e vivo) é povoado pela expressão masculina valorada...

Please reload